Vulnerabilidade não é uma estratégia



Há nove anos a Brené Brown veio com o famoso TED Talk dela: The power of vulnerability. No site da TED são mais de 40 milhões de visualizações já (pode conferir aqui: https://www.ted.com/talks/brene_brown_on_vulnerability).


Desde então o assunto de vulnerabilidade foi crescendo e virando moda… até que virou estratégia.


Pelo menos é isso que me parece.


A quantidade de vezes que eu vejo e ouço as pessoas dizendo que estão sendo “vulneráveis” parece que aumentou significativamente, além da sensação de que até marcas estão fazendo isso.


Agora entenda bem, eu não tenho nada contra a vulnerabilidade. Muito pelo contrário, mas precisa ser autêntico.


O que nos conecta à pessoa é a autenticidade e transparência dela estar agindo de forma alinhada com como ela enxerga o mundo naquele momento. Ela não está pensando nela, está apenas sentindo e reagindo da melhor forma que sabe.


E todo mundo consegue fazer isso, porque não é uma coisa que a gente faz de propósito.


Na minha opinião, a Brené Brown não estava falando para as pessoas serem vulneráveis. Não estava falando para criarem vulnerabilidade onde não existe.


Ela estava apenas dizendo para as pessoas se permitirem ser vulneráveis, deixar fluir.


Seja vulnerável, só não crie vulnerabilidade onde não existe.


Abração,


Robin.

10 visualizações

©2019 por Jazzz. Todos os direitos reservados

ENDEREÇO

 

Rua Joaquim Antunes, 367

Pinheiros - São Paulo - SP