E se você estiver pensando errado?


E se eu disser que você está pensando errado?


Aposto que você resistiria. Eu suspeito que você diria que quem está errado sou eu.


E se eu apresentasse uma ideia conflitante com o que você acredita, ou pior, com o que você tem certeza?


Altas chances de você dispensar aquilo que estou apresentando, não?


A gente faz isso o tempo todo sem nem perceber. A gente refuta novas ideias para continuar vivendo na realidade que a gente acredita ser a verdadeira, só porque estamos vivendo nela. Então cada oportunidade que chega de expandirmos nossa realidade a gente nega e continuamos vivendo nas mesmas regras de sempre.


E vemos isso o tempo todo nas redes sociais. As pessoas aplaudindo ideias que reforçam o que acreditam e resistindo ideias contrárias.


Mas e se ao invés de reagir instantaneamente, aprovando ou desaprovando um ideia ou uma nova informação, a gente levasse o tempo para ficar curioso e aprender com essa ideia nova? E aí sim, depois de olhar um pouco pra ela, refletir e até permitir que aquela ideia contrária tivesse alguma verdade, decidir se a gente concorda ou não.


Se fôssemos mais curiosos a gente seria mais flexível e aprenderia muito mais. Não ficaríamos presos na mesma realidade de sempre e nosso universo expandiria mais.


Não acho que exista pensar certo ou errado, acho que existem diferentes realidades.


Mas e se EU tiver pensando errado?


Gostaria de estar sempre aberto para essa possibilidade…


Abração,


Robin.

9 visualizações

©2019 por Jazzz. Todos os direitos reservados

ENDEREÇO

 

Rua Joaquim Antunes, 367

Pinheiros - São Paulo - SP